Tinha 11 anos em 1993, quando “O Descobrimento do Brasil”, o penúltimo álbum da Legião Urbana, foi lançado. Gostava muito, apesar de não entender muito bem direito as letras.

A segunda metade da minha adolescência foi depois da morte do Renato Russo e de lançarem todas as raspas de tacho possíveis em CD. Aquela coletânea “Mais do Mesmo”, que todo mundo tinha em CD (inclusive eu – e que, aliás, ainda tenho) tocou exaustivamente no rádio, que ainda era o lugar onde a gente mais ouvia música. Tocou tão exaustivamente que eu dei uma bodeada da banda.

Já faz um tempo que eu voltei a ouvir mais Legião Urbana, e faz uns meses em que esse álbum, especificamente, começou a bater mais forte.

Essa música, “Perfeição”, que aparece em “Mais do Mesmo” e tocou pra caramba, já era pro Brasil de 1993. Talvez também seja pro Brasil de 2018.

Anúncios