Menu Fechar

Jabuticaba

Jabuticaba

A lista de hoje foi feita sobre o repertório que eu escolhi pro “Jabuticaba”, meu programa de música brasileira na Rádio Laranjeira, que estreia – ou estreou – no próximo domingo, 24/05.

A ideia do programa é mostrar um pouco da diversidade de sons da música brasileira. Mas vou fazer do jeito que eu mais gosto: com cara de festa, até porque acredito que a gente tá precisando lembrar de coisas que fazem a gente gostar do Brasil e de ser brasileiro – e a música é uma delas.

Pra tentar representar essa diversidade por aqui, resolvi colocar nesta lista algumas canções que aparecem pouco ou que nunca apareceram em outras listas. Têm exceções? Lógico, termino com “Tô Voltando”, clássico do Maurício Tapajós e Paulo Cesar Pinheiro imortalizado na voz da Simone, e coloquei a versão original de “Saúde”, da Rita Lee.

No vídeo eu falo mais sobre o programa e sobre como foi a escolha de repertório para o programa.

O que tem?

Ivan Lins – Abre Alas (1974)
Gal Costa – Meu Nome é Gal (1979)
Los Sebosos Postizos – Quero Esquecer Você (2012)
DUDA BEAT – Bédi Beat (2018)
Barão Vermelho – Eclipse Oculto (1989)
Djavan – Lilás (1984)
Mariana Aydar – Caraíva-Trancoso (2018)
Mestre Ambrósio – Coqueiros (2001)
Zé Ramalho – Avôhai (1978)
Marisa Monte – Magamalabares (1996)
Alceu Valença – Estação da Luz (1985)
Bárbara Eugênia (part. Junio Barreto) – Sintonia (2017)
Paulinho Boca de Cantor (part. Davi Moraes) – Vestido de Prata (ao vivo) (2004)
Luiz Caldas – Ajayô (1986)
Belô Velloso – Por Te Querer (1999)
MC Tha – Coração Vagabundo (2019)
Gonzaguinha – Lindo Lago do Amor (1984)
Rita Lee – Saúde (1981)
Los Hermanos – Corre Corre (2019)
Claudya – Com Mais de 30 (1971)
Chico Buarque – Sem Compromisso (1974)
Elis Regina – Vou Deitar e Rolar (Quaquaraquaquá) (1970)
Ney Matogrosso – Vida, Vida (1981)
Johnny Hooker – Caetano Veloso (2017)
Fafá de Belém – Filho da Bahia (1975)
Trio Elétrico Dodô e Osmar – Depois que o Ilê Passar (1987)
Alcione – Ilha de Maré (1977)
Céu – Minhas Bics (2016)
Tim Maia – Tudo Vai Mudar (1980)
Marina Lima – Eu Te Amo Você (1985)
Tom Zé – Conto de Fraldas (1984)
Márcia Castro – Frevo (Pecadinho) (2007)
Maria Alcina – Kid Cavaquinho (1974)
João Bosco (part. Aldir Blanc) – O Mestre Sala dos Mares (1975)
Simone – Tô Voltando (1979)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Maracugina

Maracugina

ATUALIZADA EM MAIO/2020: meu computador voltou e eu vi que tinha um rascunho com outras duas músicas essenciais que eu não tinha incluído na primeira versão. Agora são 22 músicas, com reprise do Gilberto Gil.

O nome da lista pode não ser dos melhores, apesar de lembrar do inofensivo (?) calmante vintage que tinha o Juca de Oliveira na propaganda de televisão e que todo mundo de certa idade associa à ideia de calma. Eu, pelo menos, associo. Mas garanto que tem muita música boa.

Falo da lista de músicas e das motivações pra várias delas no vídeo.

Em tempo: Chopin! Tem até em episódio do Chapolin!

Em tempo 2: sou ruim de música erudita, mas pior ainda de matemática. A lista tem 20 músicas, não 21.

O que tem?

Novos Baianos – Acabou Chorare (1972)
Marisa Monte (part. Rodrigo Amarante e Devendra Banhart) – Nu Com a Minha Música (2011/2016)
Caetano Veloso – Oração ao Tempo (1979)
Gal Costa – Força Estranha (1979)
Milton Nascimento – Clube da Esquina nº2 – Acústico (2018)
Maria Bethânia – Tocando em Frente (1989)
The Beatles – Let it Be (1970)
Gilberto Gil – Aqui e Agora (1977)
Mahmundi – Eu Quero Ser o Mar (2018)
Paulinho Moska (part. Jorge Drexler) – A Idade do Céu (2003)
Corinne Bailey Rae – Put Your Records On (2006)
Thalma Freitas – Tranquilo (2004)
Secos & Molhados – Prece Cósmica (1973)
Sagrado Coração da Terra – Paz (1990)
Flávio Venturini – Noites com Sol (1994)
Elis Regina – Quero (1976)
Sá & Guarabyra – Marimbondo (1977)
Gilberto Gil – A Paz (ao vivo) (1994)
Frédéric Chopin, Luis Fernando Perez – Nocturne en mi bémol majeur opus 9 nº2: Ballade en Sol Mineur No.1 (2010)
The Beatles – Blackbird (1968)
Caetano Veloso – Nine Out of Ten (1972)
Moby (feat. Wayne Coyne) – The Perfect Life (2013)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Dançar pra não dançar

Dançar pra não dançar

A lista de hoje é uma festa de música brasileira que eu gosto pensada pra esse momento e nesse momento em que a gente tá vivendo.

Tem o porque de cada faixa no vídeo:

Em tempo: Zé Pedro fez live com Gaby Amarantos. Dessa vez eu vi o vídeo não editado, sei lá de onde eu tirei essa live com Preta Gil – que foi a única das três que eu não vi. Não vejo a hora do meu computador voltar! 😬

O que tem?

Rita Lee & Tutti-Frutti – Dançar Pra Não Dançar (1975)
Marina Lima – Fullgás (1984)
Mahmundi – Sem Medo (2020)
Pitty – A Menina Dança (2015)
Novos Baianos – Besta é Tu (1972)
Roberta Sá – Pelas Tabelas (2005)
Criolo – Linha de Frente (2011)
João do Vale (part. Amelinha) – Estrela Miúda (1981)
Ednardo – Enquanto Engoma a Calça (1979)
Banda Seu Chico – Caçada / Não Sonho Mais (ao vivo) (2011)
Maria Bethânia – Baioque (1972)
Gilberto Gil – Palco (1981)
Tim Maia – Dance Enquanto é Tempo (1976)
Eddie (part. Karina Buhr) – O Baile de Betinha (2008)
Martinho da Vila – Visgo de Jaca (1974)
Céu – Forçar o Verão (2019)
Pedro Luís & A Parede – Caio no Suingue (1997)
Jorge Ben Jor – Take It Easy, My Brother Charles (1969)
Caetano Veloso – Não Enche (1997)
Cássia Eller – Gatas Extraordinárias (1999)
Barão Vermelho – Posando de Star (1982)
DUDA BEAT – Deixa Eu Te Amar (2019)
Otto – Exu Parade (2012)
Fafá de Belém – Emoriô (Remix DJ Zé Pedro e Ubunto) (2020)
Moraes Moreira – Chão da Praça (1979)
Daniela Mercury – Santa Helena (2000)
Olodum – I Miss Her (1995)
Rodrigo Amarante – Maná (2013)
Trupe Chá de Boldo – Smex Smov (2015)
Mahmundi – Sangue Latino (2020)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Bailinho de máscara

Bailinho de máscara

A ideia era fazer uma festa apocalíptica, mas acabou não ficando tão focada no tema porque no momento em que esse post tá sendo escrito eu ainda não tô 100% confortável pra brincar com o tema – que não anda tão descolado assim da realidade. 😬

Ficaram vários “microsets” misturados em que uma música vai chamando a outra, seja por semelhança na letra, seja na batida, seja pelo contraste… Enfim, conto melhor no vídeo – ou tento.

O que tem?

Whitney Houston – I Wanna Dance with Somebody (Who Loves Me) (1987)
Billy Idol – Dancing With Myself (1985)
Arnaldo Antunes – A Casa é Sua (2009)
Titãs – Sonífera Ilha (1984)
Britney Spears – Toxic (2003)
Portugal. The Man – Feel It Still (2017)
Dua Lipa – Don’t Start Now (2019)
Elza Soares – Banho (2018)
Ney Matogrosso – O Último Dia (2019)
Rihanna – SOS (2006)
Soft Cell – Tainted Love (1983)
Letrux – Saúde (2020)
Rita Lee – Mamãe Natureza (1974)
Jorge Ben Jor – Alcohol (1993)
Bee Gees – Stayin’ Alive (1977)
Lady Gaga – Stupid Love (2020)
Capital Cities – Safe and Sound (2013)
Banda Eva – Eva (ao vivo) (1997)
BaianaSystem – Bola de Cristal (2019)
Secos & Molhados – Mulher Barriguda (1973)
The Smiths – Panic (1987)
Madonna – Die Another Day (2003)
Kid Abelha – Lágrimas e Chuva (1985)
Biquini Cavadão – Tédio (1986)
The Beatles – Help! (1965)
JAY-Z (feat. Alicia Keys) – Empire State of Mind (2009)
Vange Leonel – Noite Preta (1991)
Marina Lima – Pra Começar (2018)
The Cure – The Caterpillar (1984)
Depeche Mode – Shake The Disease (1986)
Adriana Calcanhotto – E o Mundo Não Se Acabou (ao vivo) (2000)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Dias melhores virão

Dias melhores virão

Depois de uma pausa de mais de três meses (maior do que a programada por uma sequência de fatores que eu falo no vídeo), volto com uma playlist pra falar, obviamente, sobre essa fase que o mundo tá passando, em isolamento social por causa do coronavírus.

A ideia era construir uma sequência de músicas que não ignorasse a tensão do que tá acontecendo, mas que lembrasse que vai passar.

Tenho passado pela quarentena de um jeito bem leve, revendo filmes que eu gosto, ouvindo meus discos, cuidando da casa, aprendendo a cozinhar… Fazer a playlist foi um dos processos mais intensos de reflexão sobre o que tá acontecendo desde que isso tudo começou.

Falo mais no vídeo, que tambérm tá sem edição porque estou sem meu computador – mais um dos motivos pra essa pausa ter se estendido mais do que eu tinha dito no último vídeo do ano passado.

O que tem?

David Bowie – Starman (1972)
Elis Regina – Velha Roupa Colorida (1976)
Di Melo – A Vida em Seus Métodos Diz Calma (1975)
Walter Franco – Coração Tranquilo (1978)
The Farm – All Together Now (1991)
Zélia Duncan – Bom Pra Você (1996)
MIKA – Relax, Take It Easy (2007)
Céu – A Nave Vai (2016)
Milton Nascimento – Tudo o Que Você Podia Ser (1972)
The Youngbloods – Get Together (1967)
Cícero – Tempo de Pipa (2011)
Marisa Monte – Universo ao Meu Redor (2006)
The Beatles – Across The Universe (1970)
Gilberto Gil – Era Nova (1977)
Collective Soul – Shine (1993)
Pato Fu – Sobre o Tempo (1995)
Lenine – Paciência (1999)
Lily Allen – Somewhere Only We Know (2014)
Guilherme Arantes – Cuide-se Bem (1976)
David Bowie – Absolute Beginners (1986)
Zélia Duncan – Lá Vou Eu (1994)
Nação Zumbi – Um Sonho (2014)
Jack Johnson – Better Together (2005)
Gilberto Gil – Não Chore Mais (No Woman, No Cry) (1979)
Bob Marley & The Wailers – Three Litlle Birds (1977)
Lulu Santos – A Cura (1988)
U2 – New Year’s Day (1983)
Chico Buarque – Quando o Carnaval Chegar (1972)
Clara Nunes – Juízo Final (1975)
Tom Zé – Vai (Menina Amanhã de Manhã) (1976)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Posts antigos