SP na madrugada

O que é?
Viagem pra depois da meia-noite em versão 100% brasileira

O que toca?
MPB

Cheia de manias?
Queria algo na pegada das outras playlists da madrugada que eu fiz, mas só com música brasileira – por isso tem tantas músicas delas repetindo aqui.

Tentei a alternância entre o soturno e o aconchegante – ela começa mais sensual, chega a ficar melancólica e dá uma flertada com o bucolismo mais pro finalzinho -, mas sem muita firula. A ideia também era deixar mais radiofônica que as outras, até porque às vezes só tenho vontade de ouvir música brasileira de madrugada no rádio sem que apareça, do nada, alguma coisa super agitada ou solar.

E o que tem?
Liniker e os Caramelows – Zero (2015)
Luiz Melodia – Pérola Negra (1972)
Rita Lee – Doce Vampiro (1979)
Criolo – Freguês da Meia-Noite (2011)
Gal Costa – Folhetim (1978)
Céu – Retrovisor (2012)
Angela Ro Ro – Escândalo (1981)
Os Paralamas do Sucesso – Quase Um Segundo (1988)
Zélia Duncan – Lá Vou Eu (1994)
Ed Motta & Conexão Japeri – Baixo Rio (1988)
Fernanda Takai – Insensatez (2008)
Marisa Monte (part. Rodrigo Amarante e Devendra Banhart) – Nu Com a Minha Música (2011/2016)
Caetano Veloso – Trem das Cores (1982)
Novos Baianos – Isabel (Bebel) (1974)
Lula Queiroga – Noite Severina (2001)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer Ouvir no Spotify

A foto é do fotógrafo Zeca Abdalla, que tem um álbum incrível no Facebook com fotos da madrugada de São Paulo.

Anúncios