Menu Fechar

tocarquivo Leandro & Leonardo

tocarquivo Leandro & Leonardo

Eu já comentei no vídeo sobre a playlist Sertanejo CCE um pouco do porque não deixo de ouvir, mesmo que só esporadicamente, alguns artistas como Leandro & Leonardo.

Resumidamente, é por memória afetiva. É porque nem sempre a gente estava escutando Tom Jobim com as pessoas queridas – ainda mais pra quem foi criança numa época em que a gente consumia música MUITO pelo rádio ou pela TV aberta.

Quem viveu a década de 90 lembra muito do sucesso de Leandro & Leonardo. Provavelmente acompanhou a luta do Leandro contra o câncer e ficou triste com a morte dele. Torceu pela superação do Leonardo e, mesmo que não se interesse pelas gravações mais recentes por “N” motivos – meu caso! -, guarda as músicas daquela época com algum carinho, nem que seja pela associação com os diversos momentos em que elas apareceram de fundo.

A última tocarquivo desse mês que exaltou o brega clássico tem Leandro & Leonardo!

Em tempo: Leandro & Leonardo não têm uma “This is” no Spotify. E essa última lista tem, excepcionalmente, 25 músicas.

O que tem?

Solidão (1987)
Entre Tapas e Beijos (1989)
Cadê Você? (1990)
O Cheiro da Maçã (1990)
Pense em Mim (1990)
Desculpe, Mas Eu Vou Chorar (1990)
Talismã (1990)
Sonho Por Sonho (1991)
Não Aprendi a Dizer Adeus (1991)
Não Olhe Assim (1991)
Paz na Cama (1991)
Temporal de Amor (1992)*
Bobo (1993)
Mexe Mexe (1993)
Em Nome do Amor (1993)
Dor de Amor Não Tem Jeito (1994)
Eu Juro (I Swear) (1995)
Festa de Rodeio (1995)
Doce Mistério (1996)
Cerveja (1997)
Rumo a Goiânia (1997)
Anarriê (1997)
Deu Medo (1998)
Cumade e Cumpade (1998)
Um Sonhador (1998)

*disponível versão ao vivo, com Leonardo, de 2002

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Viva a noite

Viva a noite

O vídeo e playlist de hoje já estavam programados – até porque escolher as músicas, fazer o set, a imagem de capa, gravar o vídeo e editar não são coisas que dá pra fazer da noite pro dia. Mas a ideia inicial era homenagear, com o mesmo tom com que venho falado dos flashbacks populares durante este mês, o “Viva a Noite”, primeiro grande sucesso do Gugu Liberato no SBT.

Não mudei nada no vídeo – nem o tom ácido com que reparo o SBT bajulando Fernando Collor num quadro do programa – mas, como em todas os outros vídeos/playlists do mês, a intenção é resgatar o que fez parte da vida de todo mundo que cresceu vendo televisão numa época em que não existia o acesso à informação que se tem hoje.

E olhar pra isso com carinho, seja porque ajudou a construir quem a gente é hoje (tudo ajuda!), seja pra tentar entender a nossa identidade como país, seja simplesmente pra relembrar uma época que nem faz taaaaanto tempo assim, mas que não tem a menor possibilidade de voltar.

O set do “Viva a noite” tá uma festa, e essa era a única proposta. Hoje fica também como homenagem e agradecimento ao Gugu Liberato. Um ícone da nossa cultura pop.

O que tem?

Polegar – Da Pra Mim (Amame Hasta con Los Dientes) (1989)
Menudos – Não se Reprima (No te Reprimas) (1984)
Gugu – Docinho Docinho (1983)
Gengis Khan – Comer Comer (1981)
Banana Split – Vem Lambadear Comigo (1990)
Mara Maravilha – Doida Pra Dançar (1990)
Banda Beijo – Beijo na Boca (1989)
Maria – Safadinha (1991)
Jordy – Dur Dur D’etre Bebe / Alison (1992)
Dominó – Ela Não Gosta de Mim (Standing in The Twilight) (1985)
Polegar – Ela Não Liga (Soy Un Desastre) (1990)
Mara Maravilha – Liga Pra Mim (1989)
Patrícia Marx – Sonho de Amor (1991)
Tremendo – Isso é Tremendo (1985)
Nahim – Dá Coração (1983)
Gretchen – Freak le Boom Boom (1979)
Absyntho – Meu Ursinho Blau Blau (1983)
Nahim – Dá Coração (1983) / Roupa Nova – Whisky a Go-Go (1984)
Asa de Águia – Não Tem Lua (1992)
Luiz Caldas – Tieta (1989)
Beto Barbosa – Preta (1990)
Beth Guzzo – Peão de Verdade (1992)
Locomia – Locomia (1990)
Dominó – “P” da Vida (Toda La Vida) (1987)
Patrícia Marx – Certo ou Errado (1988)
Trem da Alegria (part. The Fevers) – Uni Duni Tê (1985)
Polegar – Ando Falando Sozinho (Tu y Yo Somos Uno Mismo) (1989)
Afonso Nigro – Talvez Seja Amor (1993)
Marcelo Augusto – A Vida Tem Dessas Coisas (1993)
Gugu – Baile dos Passarinhos (Tchip Tchip El Baile De Los Pajaritos) (1984)

Toca aqui:

Veja também a playlist no YouTube!

tocarquivo Só Pra Contrariar

tocarquivo Só Pra Contrariar

Quando nem era moda cancelar artistas por posicionamentos meio esquisitos, Alexandre Pires chorou ao cantar do ladinho do George W. Bush e muita gente criticou.

Mas muita gente que criticou não deve ter se dado conta de que ele chorou não por causa do George W. Bush, mas pelo vocalista daquele grupo de samba do triângulo mineiro se apresentar para o ~presidente dos Estados Unidos~, essa figura tão icônica que já apareceu em tantos filmes da “Sessão da Tarde”. Foi um momento de colocar em prática a história de que “o samba não tem fronteiras”, como ele cantava na canção que dá nome a um dos melhores álbuns do SPC.

Eu sei que o Só Pra Contrariar é menos “unânime” que o Raça Negra, que já apareceu por aqui, mas eu adoro! E a lista de hoje é deles, com grandes sucessos do auge da banda em ordem cronológica, com as faixas na ordem em que apareciam nos álbuns originais.

O que tem?

Que Se Chama Amor (1993)
Out Door (1993)
Meu Jeito de Ser (1994)
Te Amar Sem Medo (1994)
É Bom Demais (1994)
Essa Tal Liberdade (1994)
Nosso Sonho Não é Ilusão (1995)
Tão Só (1995)
Nunca Mais Te Machucar (1995)
Dói Demais (1995)
O Samba Não Tem Fronteiras (1995)
Não Diga Nada (1995)
Depois do Prazer (1997)
Tá Por Fora (1997)
Mineirinho (1997)
Quando é Amor (1997)
Minha Metade (Take Me Now) (1997)
Amor Verdadeiro (1997)
Sai da Minha Aba (1999)
Você Virou Saudade (2000)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

Sertanejo CCE

Sertanejo CCE

A lista de hoje volta pra época da chegada do sertanejo no rádio FM e no horário nobre da TV aberta.

Além das reprises que eu falei no vídeo, coloquei três músicas do Zezé di Camargo & Luciano e duas do Chrystian & Ralf.

O que tem?

Zezé di Camargo & Luciano – É o Amor (1991)
Leandro & Leonardo – Pense em Mim (1990)
Fafá de Belém (part. Chitãozinho & Xororó) – Nuvem de Lágrimas (1989)
João Mineiro & Marciano – Seu Amor Ainda é Tudo (1988)
Gian & Giovani – Nem Dormindo Consigo Te Esquecer (1990)
Leandro & Leonardo – Desculpe, Mas Eu Vou Chorar (1990)
Zezé di Camargo & Luciano – Saudade Bandida (1993)
João Paulo & Daniel – Só Dá Você na Minha Vida (1993)
Chrystian & Ralf – Nova York (1989)
Sula Miranda – Caminhoneiro do Amor (1986)
Chitãozinho & Xororó – Cowboy do Asfalto (1990)
Beth Guzzo – Carregado de Amor (1991)
Chico Rey & Paraná – Tranque a Porta e Me Beija (1991)
As Marcianas – Vou Te Amarrar na Minha Cama (1992)
Leandro & Leonardo – Talismã (1990)
Matogrosso & Mathias – De Igual Pra Igual (1985)
João Mineiro & Marciano – Ainda Ontem Chorei de Saudade (1988)
Chitãozinho & Xororó – Meu Disfarce (1987)
Chrystian & Ralf – Chora Peito (1986)
Leandro & Leonardo – Não Olhe Assim (1991)
Gian & Giovani – Olha Amor (1992)
Roberta Miranda – Vá Com Deus (1987)
Zezé di Camargo & Luciano – Quem Sou Eu Sem Ela (1991)
Chitãozinho & Xororó – Evidências (1990)
Leandro & Leonardo – Não Aprendi a Dizer Adeus (1991)

Em tempo: aqui também têm reprises de algumas músicas que aparecem na parte da Playlist do Bolinha que está só no YouTube – porque são sucesso e porque aqui também estão no streaming. 😄

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify   Ver no YouTube

tocarquivo Zezé di Camargo & Luciano

tocarquivo Zezé di Camargo & Luciano

Hoje tem overdose de sofrência!

Diferente do Raça Negra, que apareceu na última tocarquivo e que tem uma infinidade de temas relacionados ao amor nas letras, os artistas dessa playlist fizeram muito sucesso falando MUITO sobre términos.

Mirosmar José de Camargo pode não ser a celebridade com quem eu mais gostaria de tomar uma cerveja, mas é um compositor que, há décadas, acerta em cheio o coração das pessoas.

Pra se ter uma ideia, é dele o primeiro grande sucesso de uma dupla de “Amigos”, Leandro & Leonardo, que aparece na Playlist do Bolinha: “Solidão”, de 1987 – que ja falava do tema que se repetiu em alguns dos maiores sucessos que ele gravou com o irmão.

Chegou a hora desse meu singelo espaço fazer justiça com o talento desse filho de Francisco, que pode até ser um mala como pessoa, mas que é responsável por alguns hits que estão na cabeça e na memória afetiva do país inteiro.

A lista de hoje tem 20 clássicos, em ordem cronológica, da década de 90, época em que Zezé di Camargo & Luciano faziam mais sucesso do que algumas duplas atuais reunidas.

O que tem?

É o Amor (1991)
Eu Te Amo (And I Love Her) (1991)
Quem Sou Eu Sem Ela (1991)
Coração Está em Pedaços (1992)
Muda de Vida (1992)
Coração na Contra-Mão (1992)
Saudade Bandida (1993)
Faz Mais Uma Vez Comigo (1993)
Você Vai Ver (1994)
Pão de Mel (1995)
No Dia em Que Eu Saí de Casa (1995)
Sem Medo de Ser Feliz (1995)
Indiferença (1996)
Preciso Ser Amado (1996)
Vivendo Por Viver (1996)
Cada Volta é Um Recomeço (1997)
Toma Juízo (1997)
Pra Não Pensar Em Você (1998)
Felicidade, Que Saudade de Você (1998)
Pare! (1999)

Toca aqui:

Ouvir na Deezer   Ouvir no Spotify

P.S.: existe uma “This is Zezé di Camargo & Luciano” no Spotify. Mas eu acho que 20 músicas tá bom demais e não sinto necessidade de incluir as canções atuais deles.

Posts mais recentes
Posts antigos